fbpx
Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

Tipos de base: como escolher a base ideal para você?

Eu sou apaixonada por preparação de pele! Adoro “brincar” com acabamentos, texturas e resultado, sabe? E como cada produto tem sua função e benefício, é muito importante conhecer os tipos de base na maquiagem. Até para não se frustrar com suas compras, né?

Tipos de base: como escolher a sua?

Hoje em dia, existem tantos tipos de base no mercado de beleza que a gente até se perde. Afinal, uma preparação de pele bem feita muda a maquiagem! Sem contar que a gente sempre tem aquela manchinha ou pigmentação no rosto que incomoda, né?

Por isso que a gente usa a base: para cobrir e uniformizar a pele. A ideia é deixar tudo bem homogêneo para depois trabalhar com a camuflagem e retorno das cores (como blush e contorno).

Quais são os principais tipos de base?

Mas cada produto tem sua característica. Por exemplo: existem tipos de base que cobrem mais, outras menos. Tem também as texturas mais fininhas, pra não marcar tanto, e versões mais grossinhas.

Antes de comprar uma base, é legal entender essas diferenças. Assim você já encontra aquela que dá match com o que você espera do produto, né? E evita gastar dinheiro à toa!

Tipos de base: líquida da Quem Disse Berenice

BASE LÍQUIDA

É um dos tipos de base queridinhos das marcas e clientes! Geralmente, deixa um efeito mais natural na pele. Isso porque o produto adere melhor, sem acumular tanto nem marcar.

Ideal para: quem curte leve a média cobertura, efeito mais natural e já tem linhas de expressão.

Tipos de base: cremosa da Mari Maria

BASE CREMOSA

Já essa aqui é para quem ama aquele rebocão! Isso porque a textura é cremosa, densa e camufla melhor a pele. O efeito nem sempre fica tão natural e também pode marcar/acumular com mais facilidade.

Ideal para: quem quer cobrir todas as manchinhas, efeito mais pesado e pele sem tantas linhas de expressão.

Tipos de base em pó e compacta: vale a pena?

Além das bases com textura líquida e cremosa, também podemos encontrar o produto em pó, mousse e até compacto!

Pó compacto da Dailus

BASE COMPACTA

É como um pó compacto, só que com mais cobertura. Esse tipo de base é legal para dar acabamento, segurar melhor os produtos cremosos/líquidos e até selar a pele, deixando-a mais opaca.

O acabamento dela é bem leve, mas pode trazer um efeito artificial, muito seco e até marcado. Pra driblar isso, hidrate bem a pele antes da aplicação e aplique uma bruma no final!

Ideal para: quem curte acabamento leve, quer disfarçar a oleosidade da pele e curte praticidade.

Pó da Mary Kay

BASE EM PÓ

Bem parecida com a base compacta, a base em pó traz um resultado bem parecido e necessita dos mesmos cuidados.

A diferença é que, neste caso, o pó é solto e dá um acabamento ainda mais natural.

Ideal para: quem prefere acabamento leve e quer disfarçar a oleosidade.

Cobertura, efeito e acabamento: como escolher a sua base?

Além da textura, também é importante prestar atenção na cobertura e efeito da base.

A cobertura pode ser leve (uniformiza o tom da pele), média (cobre mas ainda dá pra ver algumas manchinhas) ou alta (camufla tudo). Ah, e é bem comum encontrar produtos com cobertura variada, por exemplo: de leve a média ou de média a alta. Isso significa que o produto aceita camadas!

Outro ponto importante é o efeito da base, porque é como ela ficará na sua pele. Os mais populares são:

Base matte real da Avon Color Trend

EFEITO MATTE

É aquele produto mais opaco, que não reflete brilho. Geralmente, o pessoal da pele oleosa curte muito porque deixa uma sensação mais sequinha na pele.

Também existe o efeito “semi matte”, que é opaca mas ainda tem um viço.

HIDRATANTE

Entre os tipos de base para pele seca, essa é a favorita! Até porque o produto ajuda a hidratar e evita que make fique craquelada. Ah, e deixa um viço na pele, com cara de quem está com a skincare em dia, haha.

EFEITO HD

Esse tipo de base é legal para quem trabalha com vídeo ou foto, porque deixa a pele legal sem aquele efeito pesado de make. Geralmente, o acabamento é semi matte.

Tipos de base para pele oleosa e seca

Para finalizar, é muito importante você saber seu tipo de pele, que pode ser: normal, mista, seca ou oleosa. Isso porque, assim, é mais fácil escolher o produto mais adequado e aproveitar o melhor do benefício que ele oferece! Ah, e tem um vídeo lá no canal pra te ajudar a descobrir seu tipo de pele.

Isso não te impede de usar outras texturas e acabamentos, viu? Por exemplo: minha pele é mista a oleosa, mas eu amo base hidratante e com viço. A ideia é só servir como guia mesmo, caso você queira algo que vai durar bastante.

Qual base ideal para pele oleosa

PELE OLEOSA OU PELES SEM LINHAS

Dê preferência a produtos mais sequinhos e com efeito matte. Dessa forma, a pele fica com o brilho controlado por mais tempo e menos sensação de oleosidade.

PELE SECA OU MADURA

Se você fica incomodada com o aspecto ressecado ou produto acumulando nas linhas, vá de base mais fluída! Esse tipo de produto deixa um acabamento mais natural, mas não acentua ressecamento nem linhas.

PELE NORMAL OU MISTA

Pode optar por bases mais líquidas ou compactas.

Vale lembrar que maquiagem disfarça pigmentação, mas não textura! Além disso, quanto mais cobertura, mais chances de marcar ou craquelar. A ideia é escolher um meio termo que te agrade ou eleger uma prioridade no acabamento da make!

pinterest

Agora quero saber de vocês: quais são seus tipos de base favoritos? Deixa nos comentários!

Compartilhe o post

Sem comentários.

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.