fbpx
Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

Saga ruiva: primeiro mês de cronograma capilar

Cronograma capilar
Quando inventei de ficar ruiva, não tinha noção de como seria trabalhoso manter os fios saudáveis e com a cor bonita. Sempre li várias sagas das ruivinhas da internet, os problemas para manter o cabelo e o quanto gastavam por mês para deixá-los bem tratados. Confesso que nunca levei tão a sério. E paguei a língua! haha.
Manter os fios ruivos é um trabalho bem complicado. Acontece que a cor desbota rápido e exige cuidados em dobro. Eu, que sempre tive cabelos escuros (minha cor natural é castanho escuro), nunca me importei tanto com o cabelo… Até tingir! O bom nisso tudo é que aprendi a entender meus fios, o que eles precisam e até a cuidar mais deles. E o melhor de tudo: com a cor que sempre sonhei!
Como contei para vocês no post passado, eu resolvi aderir ao cronograma capilar (saiba mais neste link). Pesquisei muito antes de escolher os produtos que iria usar. Em resumo, eu precisava de três máscaras: uma para hidratação, outra para nutrição e uma terceira para reconstrução. O cronograma que montei ficou assim:

Primeiro mês de cronograma capilar

Cronograma capilar
Meu cabelo estava um pouco ressecado por conta da química, então o cronograma capilar foi o jeitinho que encontrei de manter a saúde dos fios e a cor que tanto queria. Não botei muita fé no tratamento, por isso resolvi testar por um mês e contar aqui no blog o que achei. Ah, e peço desculpas pela falta de fotos, tá? Como o cronograma capilar é um “projeto” só, quis falar dele como um todo, sobre os resultados com as máscaras escolhidas. Se quiserem, faço um post de resenha para cada uma, tá? Até porque, se resenhar todas aqui, o post ficará enorme! haha.
Etapa hidratação do cronograma capilar
A fase de hidratação foi a que mais gostei! Meu cabelo ficava super macio após as lavagens, além de brilhoso e sem embaraços. Além disso, essa máscara da Head & Shoulders é maravilhosa! Vi muitas meninas falando sobre ela e comprei para experimentar, sem esperar muita coisa (afinal, a linha é para quem tem muita caspa e eu não tenho). Gente, paguei a língua de novo!
Gostei tanto que comprei outro pote assim que o primeiro acabou. Infelizmente, são apenas 155mL que se vão rapidinho. Mas a compra vale super a pena, viu? A máscara custa em torno de nove reais e pode ser encontrada em qualquer loja de cosméticos e supermercados. Ah, e a indicação é deixar um minuto no cabelo. Parece pouco, mas esse tempinho faz milagres! Além disso, é ideal para quem – assim como eu – odeia ficar meia hora com creme na cabeça, né? haha.
Etapa hidratação do cronograma capilar
Estava louca para testar os benefícios do Bepantol líquido. Li maravilhas sobre esse produto! Todas as blogueiras e pessoas adeptas ao cronograma só tinham elogios para ele. Então, tive que comprar e experimentar também!
Fui até à farmácia para comprar o Bepantol e o farmacêutico me informou de uma versão mais barata: o Probentol. Ele custava a metade do preço e resolvi levar. Não me arrependi. Assim como as meninas, só tenho coisas boas para falar!
Eu usei uma tampinha de Probentol na máscara de hidratação (apenas na quantidade que iria usar na hora, não no pote todo). O creme, por si só, já é maravilhoso. Com o Probentol ficou ainda melhor. Senti que meus fios ficaram mais macios, brilhosos e fáceis de pentear. Além disso, melhorou bastante as pontas secas. Ah, minha mãe também usou e amou. O cabelo dela é mais grosso e cacheado. Sinal que o produto vai bem em todos os tipos de cabelo, né?
Etapa nutrição do cronograma capilar
A fase de nutrição foi a que mais utilizei produtos diferentes. A máscara foi a mesma em todo o cronograma: usei essa da linha Fusão da Natureza, da Pantene. Os 300mL deram certinhos para todo o mês de tratamento.
Para complementar, apostei em várias ampolas de vitaminas: óleo de argan (Capicilin), semi di lino (Skafe), manteiga de karitê (Arovida), óleo de coco (Skafe) e ceramidas (Arovida). Comprei essas que encontramos facilmente em lojas de cosméticos e não paguei nem dois reais em cada. Coloquei algumas gotinhas na porção de creme que iria usar no dia (nunca direto no pote, tá?).
Nessa fase, senti que meu cabelo ficou mais oleoso que o normal. Apesar do objetivo de nutrir ser recuperar os lipídios (gorduras) dos fios, não fiquei tão feliz em vê-los mais oleosos. Talvez tenha sido porque exagerei um pouquinho nas vitaminas. Quem sabe? haha.
Sobre a máscara, eu gostei bastante. Ela custou em torno de onze reais. O cheiro é bem gostoso e a indicação é deixá-la por três minutos nos fios. Achei que o creme é um pouco ralo, mas ainda assim vou continuar usando até encontrar um tão bom para a fase de nutrição.
Etapa reconstrução do cronograma capilar
Por fim, a reconstrução! Sinceramente, essa foi a fase que menos gostei. Eu adorei o creme, senti que ele deu uma boa melhorada na saúde dos fios e deixou o cabelo bem macio. Porém, pesado.
A máscara de reconstrução foi a mais difícil de decidir. Li bastante antes de chegar nessa Anti-age da Amend. Ela era a mais barata das indicadas (custou uns quinze reais) e, como não queria gastar muito porque estava começando o cronograma, resolvi arriscar.
Sobre a máscara, eu gostei bastante apesar do que eu disse no início. A indicação é deixar dez minutos e fiz isso religiosamente! haha. Pretendo continuar com essa máscara até terminar o pote (essa foi a que mais sobrou). Depois quero experimentar outra que não deixe os fios tão pesados.
Sobre o cronograma capilar: achei a melhor coisa do mundo. Meu cabelo é outro após este primeiro mês. Os fios estão mais macios e brilhosos, só me rendem elogios (até do cabeleireiro)! haha. O bom nisso tudo é que não gastei horrores e consegui dar um jeito na ‘juba’. #Ficadica para você que está querendo arrumar alguma burrada no cabelo ou recuperar a saúde dele.
Neste mês, eu deixei para lavar o cabelo três vezes na semana (dia sim, dia não). Porém, isso depende de cada uma. Prometi que seguiria o cronograma direitinho e foi o que fiz: lavei os fios e apliquei as máscaras nos dias marcados (anotei tudo no calendário do celular para não esquecer). Não importava se estava frio ou calor, se eu tinha que acordar uma ou duas horas mais cedo… Segui o cronograma religiosamente, sabendo que a saúde dos meus fios dependia disso. Foi difícil me organizar, mas consegui. E agora, conferindo os resultados, vejo que valeu a pena. Deu até mais vontade para continuar!
Por enquanto, dei uma parada no cronograma capilar para deixar os fios respirarem. Estou mantendo só com shampoo e condicionador, mesmo. Vou aproveitar para ver como o cabelo se comporta nesse tempo sem tantos tratamentos e lavagens. Até mesmo para ver se os resultados são duradouros ou momentâneos, né? Assim que voltar, conto para vocês e vou acompanhando fase por fase, fotografando tudo.
Novo corte de cabelo após cronograma capilar
Aproveitando o post sobre meu cabelo, aqui vai uma novidade: estou de corte novo! Já queria passar a tesoura nos fios há um bom tempo, então aproveitei para fazer algo diferente. Decidi abandonar o cabelo longo, quase na cintura, e apostar em um corte médio. Levei uma foto da Marina Ruy Barbosa (esta aqui) e pedi um corte parecido. Gostei muito da mudança e estou me sentido bem melhor assim! Amo cabelos longos, mas é melhor dar uma pausa de vez em quando, né? Além disso, foi ótimo me livrar daquelas pontas feias que estavam antes! haha. Só amor, gente <3
Agora quero saber de vocês: o que acharam do post? Já conheciam o cronograma capilar? Comentem aí! Se alguém estiver fazendo o cronograma, não se esqueça de me dizer quais produtos estão usando, viu? Estou louca para conhecer e testar novos 😉

Compartilhe o post

7 comentários
  • Carol
    setembro 18, 2018

    Estou ruiva vai fazer 2 anos e amei, meu cabelo estava danificado antes de decidir ficar ruiva por que estava com o cabelo platinado, mais eu sempre faço reconstrução e hidratação, adorei as dicas …

  • Ana Carolina
    setembro 27, 2016

    Olá, estou na terceira semana do meu cronograma capilar e os resultados são ótimos! Tenho cabelo cacheado e estou utilizando : para Hidratação, a máscara: Cachos Poderosos da Garnier + 1 colher de sopa de Brepantol. Para Nutrição: a máscara de umectação da Lola Cosméticos + 1 colher de sopa de óleo de coco, e para Reconstrução: a máscara Pós Química (pote preto) da Probelle. Adoro todas! e meu cabelo responde bem a todas as fases. Faço Co wash (lavar sem shampoo), 1 vez por semana e evito água em temperatura muito alta. Lavo o cabelo a cada 2 dias.

    • Juliana Duarte
      novembro 3, 2016

      Eu sou louca para fazer co-wash, mas ainda não consegui me organizar hahaha

  • Alana Bastos
    agosto 15, 2014

    Nossa Julie, fiquei impressionada com a sua determinação, eu nunca conseguiria seguir algo assim, eu gosto muito da máscara da vult pós progressiva e AMO o óleo de argan da avon pra usar seco ou molhado e não deixa pesado. bjs http://atravesdosespelhos.wordpress.com/

  • Manoela Toledo
    agosto 14, 2014

    Adorei seu novo corte! Cabelos médios é super tendência. :DD
    Eu já quis fazer um cronograma capilar, mas devivo aos meus problemas no couro cabeludo eu só uso o que meu terapeuta capilar autoriza, pra não desfocar do tratamento. 🙁 O que as vezes é ruim, por que nem sempre consigo deixar meu cabelo hidratado. Mas ok né hahah Vou voltar aqui pra acompanhar seu cronograma.
    BJKS
    -meerx
    http://candysailor.blogspot.com.br/

  • Mia Sodré
    agosto 11, 2014

    Julie, acho que sou a única pessoa que ficou ruiva por um ano e meio e NUNCA fez nada dessas coisas – hidratação e afins -, cujo cabelo não desbotou e nem ressecou com a tinta! hahaha Não entendo isso. Mas sei que agora que resolvi pintar de preto, o preto NÃO PEGA. E o ruivo fica aparecendo. O ruivo não quer desapegar de mim, socorro!

    Acho, inclusive, que terei de passar um dekap color para voltar ao ruivo, porque já vi que preto não pega no meu cabelo de forma alguma. 😡

    • julieduarte
      agosto 11, 2014

      Oi, Mia! Que incrível ver seu comentário aqui *o*
      Seu cabelo antes já era claro, né? Pode ser por isso que não danificou tanto. O meu estava com muita tinta por cima, porque tentei de tudo virar ruiva sem descolorir e aí dei alok e fui passando várias haha Tive que fazer decapagem no salão e isso agrediu um pouco o cabelo. Invejinha branca de você ficar com a cor e não ter tanto trabalho. Eu, que estou só apostando nas hidratações, já acho muito complicado hauhaua Tem menina que gasta horrores de $$ todo mês. Por sorte, não é meu caso haha
      O ruivo é horrível pra sair! Minha amiga tinha uma mecha vermelha e passou o preto por cima. Não faz nem um mês e lá está o ruivo de novo! A cor desbota fácil e sai com dificuldade. quem entende? haha acho que vai precisar passar muita tinta preta pra pegar, ou passar o dekap antes. Enfim, você estava linda ruiva, combinou muito com você! Tem meu apoio pra voltar o/ haha
      Beeeijos

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.