fbpx
Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

Onze filmes para assistir nas férias!

Filmes para assistir nas férias

Quem aí já está de férias? Minhas aulas acabaram no meio de junho e desde então estou me dedicando ao Trabalho de Conclusão de Curso, o temido TCC – já até falei sobre ele aqui no blog (quem viu?). Porém, é sempre bom ter uma folguinha do trabalho para fazer algo legal e relaxar a mente, né? Neste ano quase não consegui ler livros por conta da correria, então estou focando em outras atividades. Quando não estou postando no blog, aproveito para conhecer novas músicas (mostrei algumas neste post) ou procuro séries e filmes para assistir na Netflix.

O legal é que você pode fazer uma sessão com seus amigos ou namorado. O Gui e eu, por exemplo, sempre tiramossum ou dois dias do mês e procuramos novos filmes para assistir. Nesses últimos meses nós assistimos alguns bem legais e diferentes do que eu estava acostumada. Achei justo compartilhar essa dica com vocês. Alguns são antigos e eu só vi recentemente, mas a maioria foi indicado ou venceu alguma categoria do Oscar, então vale assistir para ficar por dentro daqueles mais premiados no evento. E claro: aproveitar as férias para conhecer histórias diferentes daquelas de sempre. É um exercício ótimo, garanto 😉

Os melhores filmes para assistir nas férias!

  • BOYHOOD – DA INFÂNCIA À JUVENTUDE (2014)

Sinopse: O filme conta a história de um casal de pais divorciados (Ethan Hawke e Patricia Arquette) que tenta criar seu filho Mason (Ellar Coltrane). A narrativa percorre a vida do menino durante um período de doze anos, da infância à juventude, e analisa sua relação com os pais conforme ele vai amadurecendo.

O mais gostoso de Boyhood é a simplicidade. Não espere ver conflitos muito complexos nem tantas reviravoltas. Na verdade, essa é a parte mais legal da história: qualquer um poderia ter vivido aquilo. O legal é que esse é um daqueles filmes para assistir e se enxergar no personagem ou na narrativa. Ele poderia ser a minha ou a sua vida e é impossível não se identificar com várias partes dele. No final a gente sai com um gostinho de quero mais, mas entende bem a mensagem – que vou deixar pra vocês descobrirem ao assistir o filme. Super recomendo!

  • ELA (2013)

Sinopse: Theodore (Joaquin Phoenix) é um escritor solitário, que acaba de comprar um novo sistema operacional para seu computador. Para a sua surpresa, ele acaba se apaixonando pela voz deste programa informático, dando início a uma relação amorosa entre ambos. Esta história de amor incomum explora a relação entre o homem contemporâneo e a tecnologia.

Her é um daqueles filmes para assistir e sair com uma mensagem para pensar o resto do dia. Pode parecer estranho, ao ler a sinopse, ver a história de um cara que se apaixona por um sistema operacional. Mas é engraçado que no decorrer do filme a gente vai assimilando com nossa realidade. Quem nunca se sentiu mal quando ficou sem celular? Não é a mesma relação mostrada no filme, mas a gente acaba se identificando, de certo modo.

Além disso, duas coisas que devo acrescentar: a fotografia do filme é incrível! Outra coisa que me chamou atenção foi que a história se passa no futuro, mas ninguém sabe dizer em que ano ou época. Nada de cenários futurísticos. Na verdade, as roupas e cenários mais parecem dos anos passados do que futuro. Ah, e quem narra o sistema operacional, que se chama Samantha, é a Scarlett Johansson. Como não amar?

  • MALÉVOLA (2014)

Sinopse: Baseado no conto da Bela Adormecida, o filme conta a história de Malévola (Angelina Jolie), a protetora do reino dos Moors. Desde pequena, esta garota com chifres e asas mantém a paz entre dois reinos diferentes, até se apaixonar pelo garoto Stefan (Sharlto Copley). Os dois iniciam um romance, mas Stefan tem a ambição de se tornar líder do reino vizinho, e abandona Malévola para conquistar seus planos. A garota torna-se uma mulher vingativa e amarga, que decide amaldiçoar a filha recém-nascida de Stefan, Aurora (Elle Fanning). Aos poucos, no entanto, Malévola começa a desenvolver sentimentos de amizade em relação à jovem e pura Aurora.

Assisti Malévola no cinema sem esperar muito e saí de lá surpreendida. Desde que comecei a assistir a série Once Upon a Time (confira o post), passei a amar mais os vilões do que os mocinhos. Por isso o foco do filme me chamou atenção mas, vindo da Disney, esperei algo diferente do que vi nas telonas. Ainda bem que estava errada, né?

O filme traz bastante a temática do girl power. Pelo menos foi assim que eu senti! A Malévola é traída (por falta de palavra melhor) logo no começo da história e isso que faz ela sentir tanto ódio. Não vou contar muito para não dar spoilers, mas aproveito para indicar essa resenha maravilhosa da Herlene. Lá vocês vão entender melhor porque esse é um dos filmes para assistir nas férias!

  • A TEORIA DE TUDO (2014)

Sinopse: Baseado na biografia de Stephen Hawking, o filme mostra como o jovem astrofísico (Eddie Redmayne) fez descobertas importantes sobre o tempo, além de retratar o seu romance com a aluna de Cambridge Jane Wide (Felicity Jones) e a descoberta de uma doença motora degenerativa quando tinha apenas 21 anos.

Um dos pontos fortes de A Teoria de Tudo é que, mesmo com um tema forte – a doença do Stephen -, o filme conseguiu ser leve, sem apelar. Além disso, a fotografia é maravilhosa! Logo que assisti eu fiz uma resenha aqui no blog e para conferir tudo o que achei do filme vocês podem acessar este link com mais detalhes!

 

  • VALENTE (2012)

Sinopse: A jovem princesa Merida foi criada pela mãe para ser a sucessora perfeita ao cargo de rainha, seguindo a etiqueta e os costumes do reino. Mas a garota dos cabelos rebeldes não tem a menor vocação para esta vida traçada, preferindo cavalgar pelas planícies selvagens da Escócia e praticar o seu esporte favorito, o tiro ao arco. Quando uma competição é organizada contra a sua vontade, para escolher seu futuro marido, Merida decide recorrer à ajuda de uma bruxa, a quem pede que sua mãe mude. Mas quando o feitiço surte efeito, a transformação da rainha não é exatamente o que Merida imaginava… Agora caberá à jovem ajudar a sua mãe e impedir que o reino entre em guerra com os povos vizinhos.

Não poderia deixar esta lista sem uma animação, né? Adoro desenhos, principalmente quando têm mensagens tão boas e que servem para qualquer idade. Pensei em indicar Frozen, mas tenho certeza que todo mundo já assistiu (se não, corra para ver logo!). Por isso, aqui vai uma dica diferente: Valente!

O filme é de 2012, mas só assisti neste ano quando passou no Disney Channel. Adivinha quem se arrependeu de não assistir antes? Euzinha! Adoro histórias que mostram o girl power ao invés da princesinha à espera do príncipe encantado. E este filme é exatamente isso! A personagem principal, Merida, é bem diferente do que estamos acostumados a ver quando a história envolve princesas e reinos. Fica a dica pra você que procura filmes para assistir nas férias fora do “de sempre”.

 

  • BIRDMAN – A INESPERADA VIRTUDE DA IGNORÂNCIA (2014)

Sinopse: No passado, Riggan Thomson (Michael Keaton) fez muito sucesso interpretando o Birdman, um super-herói que se tornou um ícone cultural. Entretanto, desde que se recusou a estrelar o quarto filme com o personagem sua carreira começou a decair. Em busca da fama perdida e também do reconhecimento como ator, ele decide dirigir, roteirizar e estrelar a adaptação de um texto consagrado para a Broadway. Entretanto, em meio aos ensaios com o elenco formado por Mike Shiner (Edward Norton), Lesley (Naomi Watts) e Laura (Andrea Riseborough), Riggan precisa lidar com seu agente Brandon (Zach Galifianakis) e ainda uma estranha voz que insiste em permanecer em sua mente.

Eu comecei a assistir este filme mais por toda a publicidade em volta dele do que a história em si. Confesso que a sinopse não me chamou tanta atenção, mas vi ouvi e vi tanto do longa que resolvi assisti-lo. Ainda bem, viu? Adoro quando termino de ver algum filme que supera minhas expectativas. Torna a história ainda melhor, né?

Esse é um daqueles filmes para assistir e se impressionar com a fotografia. Pra quem não sabe, ele foi todo editado para parecer sem cortes. Pra nós que assistimos parece que a história foi gravada de uma só vez, o que torna a experiência ainda mais interessante. Além disso, você percebe como algo que foi muito marcante na sua vida pode nunca deixá-lo só e como nós podemos viver com as sequelas disso. Ah, e a Emma Stone está loiríssima no filme, viu? Fica a dica pra quem curte o trabalho da atriz!

  • A ORIGEM (2010)

Sinopse: Em um mundo onde é possível entrar na mente humana, Cobb (Leonardo DiCaprio) está entre os melhores na arte de roubar segredos valiosos do inconsciente, durante o estado de sono. Além disto ele é um fugitivo, pois está impedido de retornar aos Estados Unidos devido à morte de Mal (Marion Cotillard). Desesperado para rever seus filhos, Cobb aceita a ousada missão proposta por Saito (Ken Watanabe), um empresário japonês: entrar na mente de Richard Fischer (Cillian Murphy), o herdeiro de um império econômico, e plantar a ideia de desmembrá-lo. Para realizar este feito ele conta com a ajuda do parceiro Arthur (Joseph Gordon-Levitt), a inexperiente arquiteta de sonhos Ariadne (Ellen Page) e Eames (Tom Hardy), que consegue se disfarçar de forma precisa no mundo dos sonhos.

Antes de assistir este filme você precisa ter algo em mente: vai comentar a história com todos os seus amigos que já viram, falar de mil teorias e pensar somente nelas a semana ou o mês inteiro. Sim, A Origem é um daqueles filmes para assistir e ficar com ele na cabeça para sempre. A história é bem complexa de entender e você até vai dar umas pausas para absorver o que aconteceu (quem nunca? haha). Mas vale a pena cada segundo!

Eu adoro esses filmes que nos deixam curiosos e tem finais surpreendentes, daqueles que ficamos horas e horas discutindo com os amigos. Não é a toa que esse é um dos filmes com mais teorias que já vi na internet! Como diz na sinopse, o Cobb consegue entrar na mente das pessoas e, daí, criam-se vários “planos”. Ou seja: ele consegue entrar na mente de alguém que já está dentro da mente dela. É bem confuso, né? haha.

  • DONNIE DARKO (2000)

Sinopse: Donnie (Jake Gyllenhaal) é um jovem brilhante e excêntrico, que cursa o colegial mas despreza a grande maioria dos seus colegas de escola. Donnie tem visões, em especial de um coelho monstruoso o qual apenas ele consegue ver, que o encorajam a realizar brincadeiras destrutivas e humilhantes com quem o cerca. Até que um dia uma de suas visões o atrai para fora de casa e lhe diz que o mundo acabará dentro de um mês. Donnie inicialmente não acredita na profecia, mas momentos depois um avião cai bem no telhado de sua casa, quase matando-o. É quando ele começa a se perguntar qual o fundo de verdade da sua previsão.

Outro filme à la A Origem. Quem já assistiu Donnie Darko vai entender o que estou falando! A história deixa várias teorias a se pensar e várias delas estão aí na internet. Eu, por exemplo, entendi uma coisa bem diferente do que meu namorado e minha amiga. Cada um de nós teve uma visão da história e, juntando, acabamos criando uma quarta. O legal é isso: só temos o que rolou no filme, mas nossa imaginação sempre cria mais, né? É um daqueles filmes para assistir com o pessoal e demorar mais comentando teorias do que assistindo ao longa. Ah, e vou nem falar muito para não dar spoilers. Donnie Darko é o tipo de filme que a gente só entende assistindo. Então… Espero que confiem na minha sugestão e assistam. Aposto que vão curtir (depois me chamem pra conversar sobre ele, tá?).

  • GRAVIDADE (2013)

Sinopse: Matt Kowalski (George Clooney) é um astronauta experiente que está em missão de conserto ao telescópio Hubble juntamente com a doutora Ryan Stone (Sandra Bullock). Ambos são surpreendidos por uma chuva de destroços decorrente da destruição de um satélite por um míssil russo, que faz com que sejam jogados no espaço sideral. Sem qualquer apoio da base terrestre da NASA, eles precisam encontrar um meio de sobreviver em meio a um ambiente completamente inóspito para a vida humana.

Esse é o tipo de filme que a gente não sabe se gostou ou não. Para começar, ele se passa 99% no espaço, algo que não estou tão acostumada. É uma daquelas histórias que mostra instinto de sobrevivência do ser humano, a luta por não morrer e explora aquele lado de “não desista”, sabem? Também está na lista dos filmes para assistir e se impressionar com a fotografia incrível. Oos efeitos são bem reais, então você se sente no espaço. Pra quem curte filmes assim, fica a dica!

  • INTERESTELAR (2014)

Sinopse: Após ver a Terra consumindo boa parte de suas reservas naturais, um grupo de astronautas recebe a missão de verificar possíveis planetas para receberem a população mundial, possibilitando a continuação da espécie. Cooper (Matthew McConaughey) é chamado para liderar o grupo e aceita a missão sabendo que pode nunca mais ver os filhos. Ao lado de Brand (Anne Hathaway), Jenkins (Marlon Sanders) e Doyle (Wes Bentley), ele seguirá em busca de uma nova casa. Com o passar dos anos, sua filha Murph (Mackenzie Foy e Jessica Chastain) investirá numa própria jornada para também tentar salvar a população do planeta.

Eu diria que Interestelar é uma misturinha de A Origem, Donnie Darko e Gravidade. Calma, eu explico! A história, assim como Gravidade, tem como temática o espaço e também aborda a luta por sobrevivência do ser humano. Quando digo que há semelhanças com A Origem e Donnie Darko, me refiro ao estilo do filme, de ser mais complexo, do tipo “ué, o que aconteceu aqui?”, sabem? haha. É um daqueles filmes para assistir e ficar comentando com os amigos depois as várias teorias que criamos – esse poderia facilmente ser o tema do post, hein? A história de Interestelar também mexe com tempo/espaço e é curioso o quanto a gente fica se perguntando quantos anos terrestres se passaram enquanto os astronautas estavam em órbita. Eu, que não sou muito fã de filmes no espaço, adorei a história, principalmente por mexer com nossa imaginação!

  • WHIPLASH – EM BUSCA DA PERFEIÇÃO (2014)

Sinopse: O solitário Andrew (Miles Teller) é um jovem baterista que sonha em ser o melhor de sua geração e marcar seu nome na música americana como fez Buddy Rich, seu maior ídolo na bateria. Após chamar a atenção do reverenciado e impiedoso mestre do jazz Terence Fletcher (JK Simmons), Andrew entra para a orquestra principal do conservatório de Shaffer, a melhor escola de música dos Estados Unidos. Entretanto, a convivência com o abusivo maestro fará Andrew transformar seu sonho em obsessão, fazendo de tudo para chegar a um novo nível como músico, mesmo que isso coloque em risco seus relacionamentos com sua namorada e sua saúde física e mental.

O filme mostra bem o quanto algo pode deixar de ser sonho/desejo para se tornar obsessão. O que mais gostei na história foram os extremos que alguém pode chegar para conseguir o que sempre quis, mesmo que seja doentio. Whiplash é um daqueles filmes para assistir e se impressionar com a fotografia e, também, a trilha sonora! Ela é incrível e você vai ficar com as músicas na cabeça o dia inteiro! Ficou como última sugestão, mas não menos importante. Assisti no domingo e adorei! Espero que curtam, também.

Agora quero saber de vocês: curtiram as dicas de filmes para assistir nas férias? Já conheciam algum? Comentem aí! E não se esqueçam de dizer se querem outros posts desse tipo, com sugestões para as férias. O próximo pode ser sobre séries, o que acham? 😉

Compartilhe o post

2 comentários
  • Juliana Azevedo
    julho 17, 2015

    Desses filmes aí eu só assisti a Origem, é muuuuito bom! Tenho que anotar suas indicações, sempre que vou assistir online entro no site e me dá um branco, parece que todas as opções somem 🙁
    Beijos!

    http://chuvadejujubas.blogspot.com.br/

  • Érica Monteiro
    julho 14, 2015

    Ju, amei as indicações. Já vi A Origem e fiquei surtada! Fiquei meia hora com o namorado "como é que isso acaba assim? Não pode acabar assim!" mas é um filme maravilhoso! Estou curiosa pra ver Interestelar por que é do mesmo diretor de A Origem e tem essa pegada espacial, deve ser ótimo também. Ah, estou louca pra ver A Teoria de Tudo mas sempre acontece algo quando eu digo "vou assistir" mas uma hora sai.

    Beijos, Ju

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.